Clouds of Sils Maria

Kristen Stewart em Clouds of Sils Maria, de Olivier Assayas

Kristen Stewart em Clouds of Sils Maria, de Olivier Assayas

Clouds of Sils Maria, ou Acima das Nuvens, é o último longa de Olivier Assayas a chegar por aqui. Seguindo a evolução natural de seus filmes desde Horas de Verão, arquiteta-se em cena o mesmo tipo preguiçoso de cinema de arte. Se ali se via ainda um respiro, um sentido maior, um caminho a ser traçado, os filmes recentes passaram a trabalhar sob um olhar quase publicitário na relação que estabelece com esse cinema de seguimento. Clouds of Sils Maria sobrevive a sua própria acomodação graças aos esforços das atrizes, em especial de Kristen Stewart, conferindo alguma graça e interesse a sua personagem. Juliette Binoche tem o domínio de cena de sempre ainda que sua personagem seja muito, muito chata. Tem de se dizer que o Assayas de outrora, pulsante, já não parece existir. O que resta pode cativar um ou outro, mas me parece mesmo algo bem preguiçoso, cheio de armadilhas para pegar espectadores deste circuito alternativo, o que aponta para uma desintegração moral de seu autor.

Advertisements
This entry was posted in Cinema. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s